A importância da hidratação da pele das crianças e bebês

18 de agosto de 2020

O cuidado com o seu filho é feito diariamente e em várias etapas, certo? Mas tem uma que pode estar sendo esquecida: a hidratação da pele. No caso dos bebês, a pele pode ser até 30% mais fina que a de um adulto, o que a torna mais permeável e permite maior absorção de agentes externos que podem ser irritantes. Diversas alterações afetam as crianças nos primeiros meses de vida, como assaduras, irritação em volta da boca por conta da saliva e chupeta e a dermatite atópica. Elas são causadas por desequilíbrio na barreira natural da pele e podem ser evitadas com a hidratação, desde que você escolha um produto hipoalergênico, livre de fragrâncias, corantes e parabenos.

hidratação de bebês

Cuidados com os nenês
Ainda falando dos bebês, a aplicação de um hidratante funcional logo após o banho em todo o corpo uma vez por dia (e mais frequentemente quando a pele estiver seca) reduz o risco das dermatites, que são tão prevalentes nessa fase da vida, além de prevenir a dermatite atópica para as crianças que tem predisposição genética.

Apesar de crônica, a dermatite atópica pode ser tratada e amenizada. Além da hidratação diária, alguns cuidados simples podem desencadear melhorias significativas nas condições da pele dos nenês:

  • Usar sabonete comum ou banho de espuma com pH neutro
  • Evitar deixar o bebê de molho na banheira se a água estiver com sabonete
  • Trocar as fraldas com frequência
  • Usar tecidos de algodão para roupas, lençóis e toalhas

Evitar outros tipos de alergia
Quando falamos de bebês, a hidratação pode até prevenir crises alérgicas que extrapolam a pele. Existem estudos que comprovam que a hidratação da pele dos nenês pequenos pode diminuir as chances de desenvolver não só a dermatite atópica, mas também as dermatites comuns, como a perioral, a seborreica e a devido ao uso das fraldas, além de prevenir o acometimento das vias respiratórias como asma, bronquite, rinite e até mesmo alergias alimentares. Isso porque a hidratação frequente evita a marcha atópica.

hidratação de crianças

A pele das crianças
No caso de crianças que tenham a pele mais seca ou que já tenham desenvolvido sinais de dermatite atópica, as recomendações são não tomar banhos com temperaturas muito altas; usar sabonetes só nas áreas como axilas, pés e genitais; dar preferência a sabonetes especiais; evitar o uso de cremes com fragrância e corantes e usar hidratante logo após o banho. A hidratação diária é tão importante nas crianças quanto nos bebês – ela evita o aparecimento de fissuras, vermelhidão ou coceira na pele (situações que podem ser muito incômodas para os pequenos). Lembrando que as crianças, ao contrário dos nenês, ainda têm mais um fator de desencadeamento de sintomas de dermatite atópica, já que essa condição pode ser agravada por questões emocionais como estresse, frustrações, raiva e ansiedade.

Compartilhe