Pele ressecada e sensível – O que fazer?

19 de junho de 2020

Está com a pele ressecada e sensível? Separamos algumas dicas que podem te ajudar e muito.

Qualquer pele pode ser sensível, causando alguns desconfortos típicos dessa condição, como manchas, áreas avermelhadas, descamação, coceira, ardência, pinicação e repuxamento. Mas o tipo de pele que tem maior tendência a sensibilidade é a pele seca.  Geralmente a pele seca é causada por fatores naturais e genéticos, perdendo água com maior velocidade e produzindo menos lipídios, mas fatores ambientais também podem causar e/ou contribuir com o ressecamento da pele, como excesso de sol, vento, poluição, contato com produtos químicos e etc. Alguns cuidados diários podem te ajudar a prevenir e tratar esse tipo de pele, confira.

Água morna

Água quente retira com mais facilidade a barreira de proteção da pele, aumentando as chances de alergias e ressecando ainda mais as peles secas e sensíveis. O ideal na hora do banho ou de lavar o rosto, é usar água morna ou fria, já que agride menos a pele.

 

Sabonetes hidratantes

Os sabonetes líquidos hidratantes são a melhor opção para peles secas, pois ajudam a minimizar o ressecamento. O ideal é sempre optar por um sabonete livre de substancias que agridem e irritam, como álcool, fragrâncias, corantes e etc. Dê preferência sempre aos produtos que possuem em sua fórmula ingredientes hipoalergênicos e calmantes e procure evitar buchas e esfoliantes, pois eles podem irritar ainda mais a pele sensível e fragilizada.

 

Hidratar, hidratar e hidratar!

Hidratar a pele do corpo e do rosto diariamente após o banho (pois o banho remove parte do manto lipídico e o hidratante promove a recuperação) é grande chave de sucesso para quem tem pele sensível e seca. Uma pele bem hidratada, além de evitar a descamação, ajuda na manutenção de água da barreira cutânea e te protege de micro-organismos que causam infecções.

O tipo de hidratante ideal para quem tem pele seca e sensível são os chamados hidratantes funcionais, pois eles contêm ativos muito parecidos com os componentes naturais da pele, promovem uma hidratação intensa e não provocam irritação. A gente já falou deles aqui.

 

De olho na alimentação

Para melhorar sua pele de dentro pra fora, o indicado é apostar em alimentos ricos em vitaminas e minerais que neutralizam os radicais livres (moléculas que danificam as células saudáveis do corpo), prevenindo a pele do envelhecimento precoce. Frutas e vegetais ricos em vitamina C, além de fortalecer nosso sistema imunológico, podem ajudar a trazer mais viço para a pele, entre eles: manga, brócolis, kiwi, laranja, pimentão, pêssego e couve. Além disso, peixes como o salmão e a sardinha são ricos em ômega 3, que podem contribuir com a manutenção de lipídios da pele.

Sobre a água a gente não precisa nem comentar, certo? O ideal é ingerir no mínimo dois litros por dia, mantendo o corpo sempre hidratado. Se você tem dificuldade em beber água, você pode consumir alimentos que tem bastante água na composição, como: tomate, melão, melancia, abacaxi, morango, pera e outros.

OBS: Consulte um nutricionista de confiança, ele pode montar uma dieta balanceada feita exclusivamente para você.

 

Referencias:

https://bit.ly/3dbJIO8

https://bit.ly/2V17rdz

https://bit.ly/312lZNV

https://bit.ly/2V1lC2q

Compartilhe