Clima, ambiente e tipo de pele definem escolha de protetor solar

25 de fevereiro de 2016

Final de ano, férias e calor. A combinação é perfeita para quem busca sol e a praia. Porém, para que o passeio seja saudável para toda a família, é fundamental redobrar os cuidados com a pele, principalmente a do rosto, mais suscetível à exposição solar.

O sol é responsável por 80% do envelhecimento da pele. Por isso, o uso diário de protetor solar, especialmente em épocas de calor, é essencial para reduzir o aparecimento de manchas e evitar doenças cutâneas e o envelhecimento precoce. Entretanto, para que a proteção seja mais eficaz, especialistas alertam que é fundamental conhecer o tipo de pele.

“Os Cuidados com o rosto devem ser diários e intensificados no verão, principalmente quando houver exposição solar intensa em praias, clubes, piscinas, parques etc. Deve-se escolher filtro solar de amplo espectro contra as radiações do sol (UVA, UVB, luz visível) e não esquecer da hidratação. O segredo é escolher o produto de acordo com o clima, ambiente de lazer e respeitando as características e particularidades de cada pele”, explica a dermatologista Erica Monteiro, da UNIFESP.

Compartilhe