Hábitos que prejudicam a digestão

19 de março de 2021

Março de 2021

A má digestão vem acompanhada de sintomas como azia, desconforto abdominal, gases e dores no estômago. As possíveis causas são inúmeras e vão desde má alimentação até alguma doença de ordem gastrointestinal mais séria como a gastrite, por exemplo. Pequenos hábitos podem ser o suficiente para desencadear a má digestão e seus desconfortos. Confira:

Hábitos que prejudicam a digestão

1. Vá com calma!
O estresse e a má digestão andam de mãos dadas, acredite. Você sabia que cerca de 90% de toda serotonina do nosso organismo é produzida pelo intestino? Pesquisas indicam que baixos níveis de serotonina estão relacionados a processos inflamatórios no intestino e com a prisão de ventre também. Os mesmos estudiosos acreditam que o hormônio da serotonina pode agir como anti-inflamatório no intestino e evitar a perda neuronal.

2. Líquidos durante as refeições
Todo mundo já ouviu falar que ingerir muito líquido durante as refeições faz mal – e é verdade. A ingestão de uma grande quantidade de líquidos durante refeições mais robustas pode desencadear uma distensão estomacal, o que torna o processo digestivo mais trabalhoso.

3. Mastigação
A deglutição dos alimentos é parte fundamental para o processo de digestão. A mastigação correta é imprescindível para que nos sintamos saciados e para facilitar a absorção dos nutrientes, além disso, é uma forma de prevenção do refluxo e engasgos. Por isso, lembre-se de mastigar bem os alimentos!

4. Alimentação
É óbvio, mas nem todo mundo se lembra que uma alimentação saudável promove uma digestão mais saudável. Evitar alimentos ultraprocessados, embutidos e frituras e investir em verduras, legumes e outros alimentos ricos em fibras, vitaminas e minerais é a atitude perfeita para quem quer se livrar dos desconfortos da má digestão.

5. Água
Ingerir pouca água é prejudicial para o corpo todo, não só para a digestão. Hidrate-se bem todos os dias para que seu aparelho digestivo e todo o seu organismo funcione de maneira correta.

Má digestão e o uso de laxantes
Além dos hábitos citados anteriormente, ainda existem algumas outras práticas decorrentes da má digestão, que podem gerar complicações e afetar a qualidade de vida de quem convive com essas condições. É comum que a má digestão esteja associada às desordens do intestino como, por exemplo, a diarreia e a prisão de ventre.

No caso da prisão de ventre, muitas pessoas recorrem ao uso frequente de laxantes para combater seus desconfortos. O uso de laxantes deve ser feito como mecanismo emergencial para o alívio pontual de desconfortos gerados pela má digestão e constipação intestinal. O uso de determinados laxantes a longo prazo pode causar problemas no intestino como inflamações e outros.

Por isso, quando o uso for necessário, você pode optar por um laxante do tipo osmóstico, como Muvinlax®, pois os laxantes osmóticos promovem o aumento de água no interior do intestino, estimulando a evacuação com menor tendência a efeitos colaterais, como cólicas, inchaços e náuseas.

MUVINLAX®
macrogol 3350 + bicarbonato de sódio + cloreto de sódio + cloreto de potássio
Indicações: É indicado para o tratamento da constipação intestinal funcional.
Reg. MS 1.0033.0131/Farm. Resp.: Cintia Delphino de Andrade CRF-SP nº 25.125. LIBBS FARMACÊUTICA LTDA/CNPJ 61.230.314/0001-75/Rua Alberto Correia Francfort, 88/Embu das Artes-SP/Indústria Brasileira/MUVINLAX-MB07-19/SAC: 0800-0135044. Não use este medicamento se você tem restrição ao consumo de sal, insuficiência dos rins, do coração ou do fígado. SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO. Documentação Científica e informações adicionais estão disponíveis pela empresa no Serviço de Atendimento ao Consumidor e no serviço de atendimento aos profissionais prescritores e dispensadores de medicamentos.

Referências:
Martin CR, Osadchiy V, Kalani A, Mayer EA. The Brain-Gut-Microbiome Axis. Cell Mol Gastroenterol Hepatol. 2018 Apr 12;6(2):133-148.

Ministério da Saúde (BR). Desmistificando Dúvidas sobre Alimentação e Nutrição: Material de Apoio para Profissionais de Saúde [internet]. Universidade Federal de Minas Gerais. Brasília: Ministério da Saúde; 2016 [acesso em 8 mar 2021]. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/desmistificando_duvidas_sobre_alimenta%C3%A7%C3%A3o_nutricao.pdf

Apolinário RMC, de Moares RB, Motta AR. Mastigação e dietas alimentares para redução de peso. Rev. CEFAC. 2008;10(2):191-199.

Muvinlax®. São Paulo: Libbs Farmacêutica Ltda. Bula do medicamento.

Attar A, Lémann M, Fegurson A, Halphen M, Boutron MC, Flourié B, et al. Comparison of a low dose polyethylene glycol electrolyte solution with lactulose for treatment of chronic constipation. Gut. 1999;44(2):226-30.

 

Compartilhe