Festas de final de ano e covid-19

08 de dezembro de 2020

As festas de final de ano estão chegando e a vontade de comemorar só aumenta. Reencontrar os familiares e amigos, principalmente depois desse ano tão desafiador, nunca pareceu tão importante e necessário. A verdade é que, em 2020, descobrimos o que é saudade: saudade de quem a gente ama, saudade de festejar, saudade da liberdade. Contudo, apesar de todos esses sentimentos, não podemos nos esquecer de que ainda estamos no meio de uma pandemia, de que a vacina para a covid-19 ainda não está disponível e de que as recomendações da OMS e do Ministério da Saúde devem continuar a serem cumpridas com rigor.

Festas de final de ano e covid-19

Natal, Ano Novo e covid-19
Segundo um artigo publicado no site da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), é preciso considerar que viagens e festas envolvem riscos e também é preciso seguir as orientações das autoridades nacionais para evitar as chances de contaminação pelo vírus. O subdiretor da Opas, Jarbas Barbosa, em uma entrevista coletiva em Washington, ainda afirmou que: “Durante uma pandemia, não existe época de festas sem riscos. Cada encontro, cada viagem de compras e cada plano de viagem aumentam as chances de propagação do vírus”.

Por isso, é necessário que todos continuem praticando as medidas de saúde como, por exemplo, usar máscara em público, manter uma distância segura de outras pessoas, lavar as mãos com frequência e usar o álcool em gel. Também é recomendado evitar espaços fechados, lotados ou que envolvem o contato próximo com outras pessoas. Especialmente na época das celebrações de final de ano, essas medidas se fazem ainda mais importantes.

Como se reunir com segurança?
O Natal e o Ano-Novo são datas muito especiais para a maioria das pessoas. Mas, se você não quer correr risco ou colocar as pessoas que você ama em risco, é melhor evitar aquela reunião com toda a família. Mesmo as reuniões menores podem ser arriscadas pois reúnem diferentes grupos de pessoas, de jovens a idosos, que podem estar aderindo à medidas de prevenção diferentes.

Para se reunir com segurança, o ideal é que o encontro com pessoas de núcleos familiares diferentes e com os amigos seja virtual. Contudo, até mesmo para celebrar o Natal e o Réveillon com quem está em casa, recomendamos que as reuniões sejam ao ar livre, mantendo o uso da máscara e o distanciamento recomendado. Caso a reunião seja em um ambiente fechado, recomenda-se que o número de pessoas seja limitado e que o ambiente esteja bem ventilado.

Em conclusão, é preciso que todos colaborem e se conscientizem, para que possamos evitar a propagação do vírus da covid-19 e para que haja esperança de comemorarmos o Natal e o Ano-Novo do ano que vem do jeito que estávamos acostumados a comemorar antes do “novo normal”.

 

Compartilhe