Como cuidar da pele do idoso

09 de Octubre de 2019

Todas as partes do nosso corpo tendem a sofrer mudanças com o tempo. É natural que com o passar dos anos nosso metabolismo fique um pouco mais lento, o cabelo mude de textura, coloração, e tantas outras mudanças, inclusive da pele.
O envelhecimento faz com que a derme (camada intermediaria da pele, localizada logo abaixo da epiderme) vá perdendo elasticidade, hidratação e oleosidade. Essas mudanças fazem com que a pele fique mais fina, frágil e consequentemente mais vulnerável a infecções, machucados e doenças de pele em geral.
Um estudo realizado pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, em 2006, revelou que tumores cutâneos (benignos, pré-malignos e malignos), as micoses superficiais e o ressecamento da pele são os principais problemas de pele dos brasileiros com 65 anos ou mais. Na sequência aparecem as manchas, alergias e psoríase.
Mas será que é possível manter a pele saudável após os 60 anos?
A boa notícia é que sim, alguns cuidados diários e simples podem ajudar e muito a preservar a pele madura, minimizando os sinais de envelhecimento.

Atenção na temperatura do banho
O ideal é que os banhos sejam mornos, pois altas temperaturas ressecam ainda mais a pele do idoso. Não é recomendado também o uso de esponjas e esfoliantes, pois eles alteram a barreira de proteção natural da pele (manto hidro lipídico).

Capriche no hidratante
Eles são indispensáveis para ajudar na manutenção de água da pele, além de contribuir para que a pele não descame e não coce. É recomendado que use o hidratante sempre após o banho, pois é quando o manto lipídico é parcialmente removido com os sabonetes, e o hidratante promove uma recuperação no manto.
Importante: Fique longe de produtos que contenham irritantes (fragrâncias e corantes) em sua composição.

O poder da alimentação
Alimentos ricos em antioxidantes podem ajudar a combater a ação dos radicais livres, ou seja, as moléculas que causam envelhecimento precoce e morte das células. A maior contribuição desses alimentos é fortalecer o sistema imunológico contra diversas doenças.
Alguns alimentos com este poder são: Açaí, Cacau, Cúrcuma, Uva, Canela, Chá Verde, Espinafre, Limão, Tomate, Brócolis, Abacaxi e muitos outros que valem a pena pesquisar.

Cuidado com o sol
O sol é essencial pra vida e também muito importante para a produção de vitamina D na pele, porém não é recomendada a exposição desprotegida, ou seja, sem uso de protetor solar.
É muito importante passar o protetor no rosto e em todas as regiões expostas ao sol, sempre com FPS adequado ao tipo de pele e ao índice de ultravioleta no momento da exposição.
Lembre-se: O ideal é sempre passar o protetor pelo menos 15 minutos antes de se expor ao sol, para que o produto seja totalmente absorvido pela pele, e evitar ao máximo o sol entre às 10hrs e 16hrs, pois é quando os raios ultravioleta ficam ainda mais intensos.

OBS: Esse conteúdo tem fins informativos e não substituem, de forma alguma, a consulta com o médico.

Cuota