Anvisa concede registro do primeiro biossimilar de trastuzumabe

19 de dezembro de 2017

No último dia 18, foi publicada no Diário Oficial a aprovação do primeiro medicamento biossimilar de princípio ativo trastuzumabe no Brasil, que será comercializado por nossa empresa sob a marca Zedora. O produto foi desenvolvido pela biofarmacêutica indiana Biocon, com estudos clínicos multicêntricos, globalmente conduzidos pela farmacêutica norte-americana Mylan.

O Zedora, indicado para o tratamento de câncer de mama HER2+, atua como terapia alvo e contribui para o bloqueio da multiplicação das células cancerígenas. Esse tratamento, reconhecido como um dos principais avanços da medicina oncológica, identifica e inibe especificamente as células afetadas pela doença e provoca o menor dano possível às células sadias.

Os biossimilares são moléculas complexas de origem biológica e capazes de atuar em alvos específicos. Graças aos avanços da engenharia genética, esses medicamentos possuem moléculas altamente similares ao biológico inovador e apresentam a mesma eficácia e segurança.

O medicamento será fornecido ao Governo Federal por meio de uma Parceria para o Desenvolvimento Produtivo (PDP), na qual a tecnologia será transferida para nós e o parceiro público, Instituto Butantan, nos próximos anos. Assim, mais do que um avanço terapêutico, a chegada do Zedora oferecerá maior acesso dos brasileiros ao tratamento.

 

 

Compartilhe