Ministro da Saúde inaugura nossa linha isolada

25 de janeiro de 2018

Nesta quinta-feira (25/1), o Ministro da Saúde, Ricardo Barros, inaugurou nossa linha isolada, na qual será produzida a etapa final da vacina contra febre amarela. A medida faz parte de um acordo de transferência tecnológica entre nossa empresa e o Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos) da Fiocruz para aumentar a capacidade de produção do insumo em 4 milhões de doses por mês. A etapa final consiste na liofilização (preparação do produto), envase e embalagem das doses.

Para o Ministro, a parceria significa não só permitir a vacinação dos brasileiros mas, especialmente, contribuir para ampliar a liderança do País nesta área e permitir a erradicação da febre amarela no mundo.

Desde o segundo semestre de 2016, a Bio-Manguinhos vem trabalhando para viabilizar esse acordo, transferindo para nós todos os conhecimentos necessários para a parte final da produção. O cronograma atual do projeto prevê, em fevereiro, o envio dos primeiros dados dos testes de qualidade do produto para a Anvisa. Após isso, será necessário aguardar a continuidade dos estudos de estabilidade encaminhados pelos laboratórios e nova autorização da agência reguladora, previsto para o final de abril. A expectativa é de que até o início de junho seja iniciado o fornecimento ao Ministério da Saúde.

Nossa linha isolada é a primeira da América Latina com a tecnologia mais moderna de produção asséptica e capacidade para envasar nove mil frascos em 30 minutos. A completa linha de equipamentos totalmente automatizados e fechados em uma cabine se traduz em maior controle e assepsia, pois não há contato humano com o processo produtivo.

Compartilhe