Alzheimer: é possível viver bem e com qualidade de vida

21 de setembro de 2017

As lembranças contam a jornada que percorremos para nos tornarmos quem somos hoje. Perder essas memórias é impensável, mas é a realidade de quase 44 milhões de pessoas que vivem com Alzheimer ao redor do mundo.

Em geral, a descoberta do Alzheimer traz grande impacto para a família. Mas, com os tratamentos disponíveis, é possível melhorar os sintomas, oferecendo uma rotina mais saudável ao paciente.

“É importante buscar informações que nos motivem a seguir em frente, levando a rotina com mais leveza”, diz Fernando Aguzzoli, autor do livro Quem, eu? Uma avó. Um neto. Uma Lição de vida, que conta sua trajetória como cuidador (e melhor amigo) de sua avó diagnosticada com Alzheimer.

O canal Convivendo com o Alzheimer, no Youtube, traz entrevistas com especialistas de diversas áreas para auxiliar no cuidado multidisciplinar do paciente. Além de ouvir as orientações de médicos, é possível conferir soluções para o dia a dia com arquitetos, arteterapeutas, entre outros profissionais.