Cuidados com o umidificador de ar

16 de janeiro de 2017

Em dias e noites mais quentes e secas, é normal que as pessoas recorram ao umidificador para deixar o ar mais agradável. Isso sem falar nas questões de saúde, uma vez que o ar muito seco desidrata a mucosa do nariz, da garganta e da faringe, provocando inflamações nestes locais e agravando o quadro de quem já sofre com problemas respiratórios (rinite, faringite, sinusite e asma, por exemplo). O umidificador se torna um aliado no combate a estes problemas quando a meteorologia avisa que vêm dias e noites muito secas pela frente.

Mas vale um aviso importante: o umidificador precisa ser usado com moderação e alguns cuidados devem ser observados. Caso contrário, o aparelho não resolverá adequadamente o problema da umidificação do ar e ainda se tornará mais uma ameaça para a saúde respiratória.

Cuidados Básicos

Não é recomendável deixar o umidificador ligado no quarto a noite toda. Sem o sol, a umidade do ar já aumenta naturalmente, e o excesso de umidade promovido pelo aparelho passa a ser um problema. O principal deles é o aparecimento de mofo e bolor, que vão provocar problemas, especialmente para os alérgicos. O ideal é deixa-lo ligado no quarto por três ou quatro horas seguidas e desligá-lo antes de deitar.

Ao cada uso, é essencial lavar o umidificado. Utilize sabão neutro e um pano ou esponja, e depois seque bem. Toda umidade retida no aparelho também vira um foco de fungos e outros microrganismos que serão jogados no ar e provocar problemas caso não seja feita a higienização.

Confira outras dicas importantes:

– Nunca deixe o bico do umidificador virado para a parede, pois se formará um excesso de umidade que vai atrair mofo e bolor;

– Não deixe o equipamento próximo a eletrodomésticos;

– Escolha sempre uma superfície lisa e firme, com o aparelho e o fio longe do alcance de crianças.

Além da umidificação do ar, não se esqueça de hidratar o corpo! Beba muita água durante o dia, e hidrate o nariz!

Compartilhe