Oito mitos e verdades sobre depressão

29 de agosto de 2019

Todo nós já ouvimos falar sobre depressão e grande parte conhece ou conheceu alguém diagnosticado com a doença. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o transtorno atinge cerca de 300 milhões de pessoas no mundo e já é considerada a principal causa de incapacitação mundial. Com a sua popularidade, é natural que surjam muitas dúvidas, comentários e divergências. Para ajudar a esclarecer o assunto, vamos destacar oito mitos e verdades.

1) Depressão, síndrome do pânico e ansiedade tem o mesmo tratamento

Mito. Todas essas doenças podem ter relação entre si e aparecer ao mesmo tempo em algumas pessoas, assim como podem ter tratamento muito parecido. Porém, cada uma delas tem suas características específicas, gravidade e especificidade do tratamento. Somente um especialista poderá realizar o diagnóstico e indicar o tratamento correto.

2) Somente adultos desenvolvem a doença

Mito. Crianças e adolescentes também podem desenvolver este transtorno. Os sintomas são os mesmos de um adulto. Fatores de risco como sofrer bullying ou violência psicológica, entre outras causas, podem contribuir para um início precoce da doença. No entanto, na maioria desses casos, existe também um fator genético contribuindo para desencadear o quadro.

3) Depressão é usada como um pretexto

Mito. Um dos principais sintomas é a ausência de ânimo e a perda de interesse em atividades do dia a dia. Então, quando um paciente diagnosticado não consegue seguir a sua rotina com vigor, não é um pretexto e sim um estágio da doença, e deve ser acompanhado de perto por um médico especialista.

4) Tristeza e depressão são a mesma coisa

Mito. É natural que, ao longo da vida, todos tenham seus momentos de tristeza. Porém, esse sentimento em geral tem curta duração. Ao contrário do paciente diagnosticado com o transtorno, que tem um período de tristeza prolongado. Vale lembrar também que existem vários tipos e graus da doença, e que é necessário um acompanhamento médico individual para diagnosticar e tratar.

5) Depressão não desaparece sem tratamento especializado

Verdade. Trata-se de uma doença psiquiátrica que provoca alteração do humor, caracterizado por tristeza profunda ou perda de prazer nas coisas e sentimento de desesperança e, por isso, é necessária a interferência de profissionais especializados na área. O paciente deve fazer o tratamento indicado, além de acompanhamento psicológico constante.

6) Depressão altera o comportamento

Verdade. Além da alteração de humor, a depressão faz com que o paciente se sinta constantemente cansado, com dificuldade de concentração e alteração no sono (para mais ou menos). Somente um especialista pode fazer o diagnóstico e medir a gravidade dos sintomas.

7) A maioria dos casos de suicídio, está ligado a pacientes com depressão

Verdade. Por isso, a importância de discutirmos sobre a doença e incentivar a procura por ajuda médica especializada ainda em estágio inicial. Em casos mais extremos e avançados, em que ocorrem tentativas e/ou pensamentos suicidas, a pessoa diagnosticada não necessariamente deseja pôr fim a própria vida, mas sim acabar com o sofrimento que ela sente.

8) As mulheres estão mais propensas a ter depressão

Verdade. A mulher tem uma variação hormonal grande ao longo de sua vida. Além da variação relacionada aos ciclos menstruais, que ocorrem mensalmente, existe também a menopausa. Essas alterações hormonais são um dos fatores que podem favorecer o desenvolvimento de um quadro depressivo ou ansioso na mulher. Para cada homem com o problema, há duas mulheres na mesma condição, segundo a OMS.

E lembre-se: em caso de dúvidas, consulte o seu médico!

Compartilhe