Conheça os mitos e verdades sobre a asma

25 de março de 2020

Quando se pensa em internações hospitalares, o que te vem em mente? Diabetes? Acidente Vascular Cerebral (AVC)? Insuficiência cardíaca? Disfunções mentais? E se dissermos que, de acordo com a Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI), a quarta maior causa de internações no Brasil e também responsável pela morte de dois mil brasileiros por ano é a asma?

Doença inflamatória obstrutiva, a asma dificulta a respiração, trazendo sintomas como: tosse, aperto no peito, chiado e respiração curta. Os sintomas costumam piorar pela noite, nas primeiras horas da manhã, durante crises alérgicas, durante prática de exercícios físicos e alterações no clima.

O tratamento da asma é baseado na redução dos sintomas e na melhoria da qualidade de vida. Geralmente, utilizam-se bombinhas e a ação é diretamente proporcional ao remédio utilizado com esta: alguns atuam no controle da doença e outros atuam no alívio em casos de crise. Já a escolha do medicamento específico dependerá do médico que acompanha o caso clínico.

Apesar de ser uma doença comum, a asma traz muitas incertezas. Assim, preparamos um rápido questionário de mitos e verdades com as dúvidas mais frequentes sobre o tema. Confira:

 

  • A asma tem cura. MITO.

A asma é uma doença crônica e, infelizmente, sem cura. Há apenas tratamento para controlar os sintomas.

  • A asma é mais comum em meninos. VERDADE.

Alguns estudos na área relatam que há uma predominância da asma em crianças do sexo masculino. Um dos motivos dos meninos terem maior incidência da doença é porque eles possuem menor fluxo aéreo e vias aéreas mais estreitas que as meninas.

  • Asma e obesidade podem estar relacionadas. VERDADE.

O excesso de peso e gordura muda a forma como o sistema respiratório trabalha, além de os níveis de leptina e citocina inflamatória ficarem mais altos, o que pode desencadear a asma.

  • A bombinha vicia. MITO.

A bombinha para asma não gera nenhum tipo de dependência e é essencial para controlar a doença. Porém, as bombinhas são medicamentos sérios e, por isso, é preciso utilizá-las adequadamente e apenas sob prescrição médica.

  • Asma pode ter relação com a insônia. VERDADE.

Pacientes que sofrem de insônia podem ter crises mais frequentes de asma, é o que diz a uma pesquisa da Universidade de Pittsburgh. A pesquisa ainda revela que pessoas que sofrem com asma e insônia, costumam ter maior chance de depressão.

  • A asma precisa de atenção especial. VERDADE.

Apesar de ser uma doença comum, a asma precisa ser acompanhada com médicos de confiança e medicamentos contínuos. Sem um tratamento adequado para a doença, as crises podem impactar diretamente na qualidade de vida do paciente e em alguns casos, levar a óbito.

  • Só devo acionar meu médico em casos de crise. MITO.

Como toda doença crônica, o tratamento da asma tem que ser realizado de maneira contínua. Consultas regulares com o pneumologista definem o melhor tratamento de longa duração, garantindo uma melhor qualidade de vida.

  • Existe relação entre asma, rinite alérgica e dermatite. VERDADE.

É muito comum quem tem asma também ter rinite alérgica e dermatite, chegando a 40% dos pacientes, segundo estudos clínicos da organização ARIA (Allergic Rhinitis and its Impact on Asthma). Ainda revelam que ambas podem ser sintomas de uma única doença no sistema respiratório, e enfatiza-se a importância de tratar a rinite alérgica em pacientes com asma, pois pode agravar a doença.

A dermatite pode ser uma das causas de asma, segundo pesquisadores da Universidade Washington (publicada na 9ª edição da revista Unesp Ciência). Diversos testes feitos com ratos (modificados geneticamente para ter dermatite) comprovam que as lesões da pele liberam uma série de substâncias que, ao chegar no sangue e pulmões provocam os mesmos sintomas da asma.

Referências:

Allergic Rhinitis and its Impact on Asthma (ARIA) 2008 Update(in collaboration with the World Health Organization, GA2LEN* and AllerGen**) Allergy. 2008; 63 (suppl 86):8-160.

https://bit.ly/2xHAwm6
https://bit.ly/2xGDcAt

https://bit.ly/2XU47Dh

https://bit.ly/3cEtInX

https://bit.ly/3eDAsnU

https://bit.ly/2VtJa0l

https://bit.ly/3bvC7tR

https://bit.ly/2Vs2Txn

https://bit.ly/2XWo0JS

https://bit.ly/2xGDJ5r

https://bit.ly/2xOWJP3

https://bit.ly/2KoZf11

https://bit.ly/3cIaRIv

Compartilhe