SOP: O que é e as principais dúvidas

26 de setembro de 2019

A Síndrome do Ovário Policístico, também conhecida pela sigla SOP, está associada ao desequilíbrio do ciclo da ovulação e dos hormônios femininos e ocorre em mulheres em idade fértil, sendo mais comum entre os 20 e 40 anos.

De acordo com estudo divulgado pela revista americana Paediatrics Child Health (Saúde Pediátrica da Criança), de 5% a 10% das mulheres em idade fértil sofrem da Síndrome do Ovário Policístico. A doença costuma desregular o ciclo menstrual, aumentar e/ou intensificar o aparecimento da acne, e estar associada a problemas mais graves, como por exemplo infertilidade e obesidade.

Para te ajudar a entender mais essa doença, separamos algumas informações importantes. Confira:

Causas

Pesquisadores ainda não conseguem afirmar o que causa especificamente a síndrome do ovário policístico, mas é muito provável que seja um misto de fatores genéticos e ambientais.

Sintomas

  • Menstruação irregular;
  • Aumento de peso;
  • Acne;
  • Aumento dos pelos do corpo;
  • Dificuldade para engravidar.

Diagnostico

Muitas vezes o diagnóstico da doença pode demorar, pois os médicos levam em conta diversos fatores, como irregularidade menstrual, presença excessiva de pelos no rosto e/ou no corpo, além de testes laboratoriais que indicam o excesso de hormônios masculinos. No ultrassom podem estar presentes múltiplos cistos nos ovários, mas essa condição não é obrigatória para o diagnóstico.

Tratamentos

A síndrome dos ovários policísticos não tem cura, mas existem tratamentos efetivo que conseguem controlar os sintomas. É essencial que haja uma mudança no estilo de vida da paciente, inserindo na rotina a prática de exercícios físicos e uma reeducação alimentar.

Compartilhe